quarta-feira, 31 de março de 2010

A Sinfonia da Transmutação - 8/8


Chegamos assim ao fim de A Sinfonia da Transmutação. Apesar de ser uma história curta, é boa a sensação de terminar uma etapa no blog, estava devendo isto a tempos! A criação da história esteve ligada a uma forte vontade de experimentar novos modelos narrativos, mas não posso dizer que a experiência obteve êxito, e nem me preocupo com tal resultado, pois apenas o processo me interessa. Este é o lado bom de possuir um gibi-blog próprio e provavelmente este espírito de fanzine permeará todas as próximas histórias publicadas aqui. Não sei dizer se é do interesse do publico acompanhar este meu processo, mas estão todos convidados a visitarem o recinto sempre.
Como prometido numa postagem anterior, minha idéia é publicar uma hq por mês. No fim de abril, ainda sem data certa, estréia então Dízimo Propaganda, uma ficção científica que, assim como a Sinfonia, visita a "sociedade do espetáculo" e que roteirizei em parceria com o amigo AMoraes no fim de 2008, mas que somente agora está tomando forma nas páginas desenhadas.
Amanhã postarei A Sinfonia da Transmutação numa só postagem, para organizar a casa. Mas enquanto isso, convido-os a darem uma passada lá no blog do Junim para lerem Ankh Video, a hq que produzi junto com ele para a primeira edição da Peiote.
É isso aí. Obrigado.

Abraços!

Jaum

4 comentários:

Carlos H. disse...

Não entendi nada.

I'm a Rock disse...

Acompanhei pelas postagens do Twitter. Era meio cético quanto ao twitter, tentando descobrir as vantagens. Uma delas foi poder acompanhar a história.

Falou

Jaum disse...

Obrigado pelo comentário, Carlos!

Como disse, talvez estas experiências não sejam do agrado do público em geral. Esta é a enorme vantagem de se produzir conteúdo livremente, como é o caso deste blog. Não creio que deva explicar a história aqui ou em qualquer outro lugar, pois esta não é a minha função como autor já que a obra deve falar por si mesma, mesmo que isso desencadeie outras interpretações por parte do leitor. Mas acredito que todas as peças para a compreensão da hq estão posicionadas dentro dela mesma.

Abração e obrigado pela visita!

Jaum disse...

Fala Victor! Pois é cara, também tive uma grande resistência quanto ao twitter, mas acabou que ele se revelou de grande utilidade para a divulgação de trabalhos, como foi o caso.

Abração!